Energia solar em igrejas

Energia solar em igrejas

O uso da energia solar por igrejas e paróquias, além dos benefícios ambientais e econômicos diretos, contribui para a conscientização de suas congregações. Visão, aliás, compartilhada pelo Papa Francisco, no Laudato Si’, sua primeira encíclica (2015). Na ocasião o sumo pontífice católico abordou a crise ambiental e incentivou o uso de energias não poluentes.

Como igrejas podem utilizar a energia solar

O uso da energia solar por igrejas pode se dar através do autoconsumo remoto ou da instalação de um sistema fotovoltaico na unidade consumidora beneficiada. Nesta última opção, é possível utilizar um terreno vazio pertencente à instituição e construir uma usina com capacidade para beneficiar diversas paróquias ou templos. Exemplo disso é a Igreja Maranata (ES) que, com o uso de usinas solares, tem tornado seus templos mais sustentáveis, gerando uma grande economia com energia elétrica.

Vantagens do uso da energia solar por igrejas

O Brasil é um dos países com maior incidência de raios solares no mundo, passando de 3 mil horas/ano de irradiação solar. Sendo assim, a energia solar apresenta-se como a opção mais óbvia de fonte de energia limpa para qualquer instituição localizada no País. Entre as principais vantagens do investimento em sistemas solares fotovoltaicos por instituições religiosas estão:

• A facilidade de instalação e manutenção: entre as fontes de energia alternativas, a solar é a de mais fácil instalação. Uma empresa especializada, como a EcoProjet, faz a instalação com facilidade e cuida de todos os trâmites para liberação do funcionamento do sistema com a concessionária de energia local. Do mesmo modo, também é simples a manutenção, bastando uma limpeza periódica das placas solares.

• A economia na conta de luz: um sistema fotovoltaico começa a produzir economia à unidade consumidora beneficiada a partir do momento em que entra em operação. Além disso, com a energia solar, os custos com iluminação, sistemas de som, ar condicionado e eventos é significativamente reduzido.

• Imunidade aos aumentos da tarifa de energia: um sistema bem dimensionado pode reduzir o valor da conta de luz em mais de 90%. Em muitos casos, o único valor pago é a tarifa básica, que cobre os custos da concessionária com a instalação elétrica e a iluminação pública. Assim, aumentos na tarifa afetam muito pouco, ou nada, no orçamento de quem faz a migração para a energia solar.

• Influência positiva na comunidade: ao investir em um sistema fotovoltaico e comunicar seus benefícios aos fiéis, uma igreja tem o poder de, aos poucos, estimular a comunidade onde está inserida a aproveitar os mesmos benefícios econômicos e se tornar cada vez mais sustentável. Está envolvido com uma igreja e quer saber mais sobre os benefícios da energia solar e como fazer a instalação? Entre em contato!

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin